segunda-feira, 24 de julho de 2017

Palavras


Palavras
Junção de distintas letras
Sílabas marcantes ou enfadonhas
Transmissão de mensagens
Mas no fim, são apenas palavras.

Palavras
Componentes de versos esplêndidos
Resultados de ideias e inspiração
Permitem a reflexão e desejos
Mas no fim, são apenas palavras.

Palavras
Relacionam diversos sentidos
Possuem diversas funções
Ensinam, confortam, alegram, decepcionam
Ainda assim, são apenas palavras.

Palavras, ah, palavras
Singelas formas de expressão
Pequenas destruidoras de coração
A atitude é mais forte e verdadeira
Mas as palavras ecoam para sempre...

19 comentários:

  1. Palavra é energia, cara amiga Vanessa, que pode se transformar na arma que fere ou no som que acaricia. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

    ResponderExcluir
  2. Palavras que florescem num eterno sentir da vida ,amei demais querida amiga ,desejo-lhe uma semana muito feliz ,muitos beijinhos no coração,felicidades

    ResponderExcluir
  3. Palavras

    Dizem, mil palavras valem um gesto
    Contudo, palavras tem próprio brilho
    Por vezes oculto, ou manifesto
    Como paráfrase ou trocadilho.

    Palavras não dividem e dão resto
    E se não o fazem são grande auxílio
    São mensageiras sérias de protesto
    Essenciais em qualquer estribilho.

    Não existe o que a palavra não faça
    Do sacro, do vernacular, ao estranho
    É o melhor instrumento da praça.

    Em qualquer comunicante dá banho
    E informa ao erudito e à massa
    Isto de muito tempo, desde antanho.

    ResponderExcluir
  4. Palavras podem ser fortes ou doces, unir, afastar...LINDA! bjs, chica

    ResponderExcluir
  5. Querida Vanessa! Se tivéssemos a noção da força das palavras, refletiríamos antes de falar. A palavra pode ser um afago para os ouvidos, mas pode ser um flecha cravada no coração de alguém.
    Parabéns pelo lindo poema. Grata pela visita, tenha uma abençoada semana. Abraçoss

    ResponderExcluir
  6. Uma amiga sempre me dizia: "Palavra tem poder" E é verdade, palavra é poderosa, ela pode unir e separar, pode destruir e edificar e juntando palavras com sentimentos e criatividade vai transformar-se numa bela poesia como essa sua. Convido-te a conhecer meu novo blog sounaturezaesertao se gostar siga-o vou ficar muito feliz. Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  7. Gostei do poema. Ao lê-lo começou a insinuar-se, no ouvido, este grande poema de Eugénio de Andrade, um dos grandes poetas de língua portuguesa:

    AS PALAVRAS

    São como cristal,
    as palavras.
    Algumas, um punhal,
    um incêndio.
    Outras,
    orvalho apenas.

    Secretas vêm, cheias de memória.
    Inseguras navegam:
    barcos ou beijos,
    as águas estremecem.
    Desamparadas, inocentes,
    leves.

    Tecidas são de luz
    e são a noite.
    E mesmo pálidas
    verdes paraísos lembram ainda.

    Quem as escuta? Quem
    as recolhe, assim,
    cruéis, desfeitas,
    nas suas conchas puras?

    Espero que tenha gostado.
    Um beijinho, Vanessa :)

    ResponderExcluir
  8. Com versos bem escritos,
    li com atenção as suas palavras
    no coração desgostos sentidos
    dos olhos se libertam lágrimas!

    Tenha um bom dia vara amiga poetisa Vanessa, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  9. Belo e profundo o teu poema Vanessa. A palavra pode ser uma carícia, mas pode ser também uma perigosa arma que fere para sempre. Lembrei-me de uma baboseira que escrevi e diz o seguinte: “Sábio é também aquele que nunca fala à outrem, aquilo que jamais gostaria de escutar.”

    Abraços,

    Furtado

    ResponderExcluir
  10. Boa noite Vanessa,
    Definições perfeitas.
    Essa reflexão que vc poeticamente compôs,
    está recheada de verdades...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Palavras... podem ser afetos, carinho, força, como também a mais poderosa arma... Assim começam as desgraças. Ou a salvação.
    Gostei imenso, querida Vanessa, e essa repetição de "palavras" em cada verso, ficou ótimo, deu muita força ao poema.
    Beijinho, amiga!

    ResponderExcluir
  12. Quando as palavras têm sentido, são como a água das nascentes...
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Lindo,querida amiga Vanessa!

    A palavra é nosso instrumento de fazer com que outros saibam o que sentimos e pensamos.É um bálsamo quando escrevemos o que se passa no nosso coração.

    Recebi sua atualização e vim ver rapidinho!

    Obrigada pelas visitas e volte sempre!

    Beijos sabor carinho e uma quarta_feira de Paz Profunda!

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderExcluir
  14. As palavras podem destruir ou construir... é preciso cuidado com elas...
    Adorei o poema...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  15. As palavras tem um poder enorme. Um universo infinito de significados que podem ser empregadas para o bem ou para o mal. Já sou tua seguidora. AbraçO

    ResponderExcluir
  16. As palavras dizem coisas e
    as coisas são palavras
    sem elas nem rumo nem vida

    Gostei do teu poema.
    Bj.

    ResponderExcluir
  17. As palavras dizem coisas e
    as coisas são palavras
    sem elas nem rumo nem vida

    Gostei do teu poema.
    Bj.

    ResponderExcluir
  18. A verdade é que muitas vezes somos reféns das próprias palavras.
    Nem sempre é verdade quando se diz: Palavras leva-as o vento. Nem sempre este ditado tão popular se conjuga com o sentido da própria palavra

    Gostei muito do seu blogue que já está lincado no meu:
    http://brincandocomaspalavrass.blogspot.pt/
    .
    Deixo cumprimentos.

    ResponderExcluir

Olá, seja muito bem vindo! Gostaria de agradecer por dedicar um pouco do seu tempo em contribuir com o blog por meio do seu comentário. Nem sempre vai dar para responder, mas saiba que sem dúvida o seu comentário será lido com muito carinho. A sua participação é o que me motiva a dividir com você as minhas Palavras Íntimas!