domingo, 4 de junho de 2017

Medicamento perpétuo



Tomarei a minha dose
Meu remédio intangível
O remédio que alivia a minha vida
Acalma meus pensamentos

Tomarei a minha dose
Não posso viver sem ela
Essa dose tornou-se essencial
Nunca pode ser esquecida

Não posso perder a minha dose
Sem ela não sei viver
Ela preenche a minha existência
Indispensável para a mente

Sou dependente dessa dose
Minha dose diária
Medicamento incorpóreo
Traz tranquilidade, mesmo que passageira

E se alguém desacredita
Saiba que essa dose é verdadeira
Meu tratamento eterno
Minha dose de conformismo...

14 comentários:

  1. Mas, tenha lá cuidado com isso,
    pode a dose não ser a indicada
    dessas suas palavras não duvido
    Vanessa, tenha uma vida sossegada!

    Tenha uma boa tarde de domingo cara amiga poetisa Vanessa, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  2. Em doses homeopáticas bebe-se o melhor da vida: - o "Amor"!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Tua dose

    Se te acalma os pensamentos, essa dose
    Certamente é um remédio que te cura
    E talvez um remédio que como hipnose
    Acalma teus tua existência e muito dura.

    Entendo que tu não podes viver sem ela
    Porquanto esta dose tornou-se essencial
    Mas amiga! Olhe pouco além da janela
    É provável que isto debele esse teu mal.

    E quando a dose preenche tua existência
    Então torna-se indispensável para mente
    Deverá estar de acordo com a ciência.

    Depende dessa dose, tome calmamente
    Há que ter método mas também tenência
    Vai se sentir cada vez mais inteligente.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso querida amiga,como seria o mundo se o ser humano pode-se tomar somente uma pequena dose desse medicamento que é o amor,muitos beijinhos no coração felicidades

    ResponderExcluir
  5. Pelo que vi no vidrinho, essa dose não tem contra indicação, não tem problemas de excesso e não intoxica!
    Vai, acho que cura todos os males.
    Beijo, feliz semana.

    ResponderExcluir
  6. Muito bem! adorei

    Beijos e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Passarei aqui outras vezes.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Vanessa,
    Desde que não traga estagnação,
    muitas vezes o conformismo nos ajuda
    a aceitar algumas situações dolorosas...
    Boa semana pra vc \o/
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Boa noite Vanessa!Essa passividade é difícil de se conseguir, quem tem força para aceitar normas ou valores preestabelcidos sem discutir, tem maior chance de se adaptar à situações até inusitadas.Mas, amor nunca fez mal a quem quer que seja. Gostei imenso do versejar!
    Bjs eobrigad apelapassagem em meu blog.

    ResponderExcluir
  10. Nem sempre faz bem se entregar passivamente ao conformismo a por isso mesmo não me sentirei conformado sentindo sua ausência na nossa www.hellowebradio.com ... você.Vem!
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  11. OI VANESSA!
    FAZ PARTE DA GUERRA, RECOLHER-SE EM ALGUNS MOMENTOS PARA DEPOIS, VIR COM TODAS AS FORÇAS PARA A LUTA SE PRECISO FOR.
    BONITOS TEUS VERSOS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogsp r/ot.com.b

    ResponderExcluir
  12. Oi, Vanessa!

    Obrigada pelo carinho deixado em meu blog!
    Seu espaço é doce!...
    Suas palavras íntimas são acalantos!...

    Adorei o ritmo e o desfecho dado ao poema!...
    Beijos! =)

    ResponderExcluir
  13. Olá, tomar a dose necessária é a receita perfeita para se sentir bem, se a dose de amor for dobrada também não faz mal, pelo contrario, só faz bem.
    AG

    ResponderExcluir
  14. O melhor da vida vem em doses suaves amiga e há que fazer o efeito esperado e desejado.
    Belo texto de realimentação em belo inspiração.
    Carinhoso abraço.
    Bjs de paz.

    ResponderExcluir

Olá, seja muito bem vindo! Gostaria de agradecer por dedicar um pouco do seu tempo em contribuir com o blog por meio do seu comentário. Nem sempre vai dar para responder, mas saiba que sem dúvida o seu comentário será lido com muito carinho. A sua participação é o que me motiva a dividir com você as minhas Palavras Íntimas!